A Mãe que Chovia

A Mãe que Chovia[PDF] ✪ A Mãe que Chovia Author José Luís Peixoto – Oaklandjobs.co.uk O protagonista do primeiro livro infantil de José Luís Peixoto é filho da chuva Com uma mãe tão original tão necessária a todos tem de aprender a partilhar com o mundo auilo ue lhe é mais impo O protagonista do primeiro livro infantil de José Luís Peixoto é filho da chuva Com uma A Mãe MOBI :¼ mãe tão original tão necessária a todos tem de aprender a partilhar com o mundo auilo ue lhe é mais importante o amor materno Através de uma ternura invulgar de poesia e de uma simplicidade desarmante este livro homenageia e exalta uma das forças mais poderosas da natureza o amor incondicional das mães. “A Mãe ue Chovia” do escritor português José Luís Peixoto n 1974 é a sua estreia na literatura infantil“A Mãe ue Chovia” é um livro ue conta uma linda história de amor entre um menino e a sua mãe chuva com uma escrita poética onde a sensibilidade e a ternura dominam numa magnífica associação dos sentimentos e das palavras de José Luís Peixoto com a beleza e a ualidade das ilustrações de Daniel Silvestre da Silva“Muito mãe a mãe tomava conta do seu filhoAjudava o a fazer os trabalhos de casaLonge sentia saudades do filhoO rapaz também ficava tristeSentia muita falta da mãeE mais uma vez a mãe sentiu falta do filho e ficou tristeE mais uma vez o filho sentiu falta da mãe e ficou tristeMãe choves o significado do meu nome sobre a terra choves amorMãe choves palavras sobre o mundoEu tenho a certeza de ti tu tens a certeza de mim Amor essa palavra Mãe choves essa palavra dentro de mimAgradeço te com amor tenho orgulho de ti com amor sou feito de ti com amorÉs a minha mãe inteira e eu sou o teu filho inteiro” Gostei muito não só da história e da própria escrita como também das fabulosas ilustrações Este é um dos livros do meu Natal O único ue li na mesma noite em ue o recebi Depois disso já o li mais duas vezes E não me canso E ainda me surpreendo a cada nova leituraO melhor dos livros para crianças e o principal motivo porue me perco por eles é a rapidez com ue se lêem dizendo tanto apenas em algumas frases Apesar disso raramente são lineares ou simples há sempre ualuer coisa de escondido um significado oculto ou dúbio ue me deixa feliz por o descobrir ou achar ue o descobri Este conceito associado à beleza da escrita do José Luís Peixoto ue tem o dom de me fazer apaixonar por tudo o ue escreve faz com ue de cada vez ue abro este livro não consiga evitar ler novamente até ao fim E termino sempre maravilhada com a simplicidade das ideias e das palavras ue conjugadas têm uma força incrível E assim teria de ser para escrever sobre uma Mãe tão especial como esta Como são todas as Mães“A mim ue sou teu filho teu filho deste me toda a vida ue tenho e dás me sempre o teu amor mais brilhante Mesmo uando estou onde não podes estar mesmo uando estás onde não posso estar sabemos bem o tamanho da certeza ue nos une Eu tenho a certeza de ti tu tens a certeza de mim Amor essa palavra Mãe choves essa palavra dentro de mim” Pág 59 Este livro foi uma belíssima surpresa Já me tinha cruzado com ele por aui e colocado na lista de livros a ler e já sabia ue estava na Biblioteca à minha espera por isso ontem decidi ir lá espreitá lo Procurei procurei e não encontrei Era possível alguém o ter levado por isso decidi perguntar pela Mãe ue chovia e chovia lá fora também Afinal estava na secção de livros juvenis em vez de infantis ? Tudo bem fui para as almofadas da secção infantil lê lo e uando comecei a folhear as páginas a atentar nas ilustrações auele traço tinha algo de familiar de chuva miudinha uando li o nome do ilustrador tornou se claro o Daniel meu colega na escola primária Sorri porue me veio à memória a sala de chão de tacos e carteiras peueninas e ele super compenetrado de língua de fora a rabiscar freneticamente com os marcadores com uma peuena tartaruga de cerâmica ao lado da folha ue lhe tinha calhado na troca de prendasRegressei ao texto às confortáveis almofadas e mergulhei nas ilustrações salpicadas de chuva Visitei a Mãe ausente ue não deixa de estar presente mesmo ue o filho nem sempre perceba Sacrifícios ue é preciso fazer por vezes é preciso chover Só assim se percebe o sol e amor incondicionaluando saí a chuva choveu se me da cabeça aos pés Deixa chover Tão bonito Mais do ue um livro infantil parece me uma óptima prenda para uma mãeaté mais do ue o texto fiuei maravilhada com as ilustraçõeslindíssimastenho de ir investigar uem é Daniel Silvestre da Silva “Mãe choves o significado do teu nome sobre a terra”“Mãe choves palavras sobre o mundo” ue livro lindoO texto de José Luís Peixoto apesar de ter sido escrito tendo em vista um público mais jovem não diminui a sua beleza poética numa mensagem simples uma carta de amor a uma mãeuanto às ilustrações de Daniel Silvestre da Silva são de um encanto ue encerra com chave de ouro o texto do escritorO seu traço é de uma clareza ue deixa ualuer leitor estupefacto e a escolha de paleta de cores usada deixa nos uma sensação etérea de saudades do abraço maternoue arte maravilhosaue livro maravilhoso Era o seu filho ue descia de pára uedas através dela Sorriram um para o outroA mãe cansada aliviada feliz continuou a chover muito mansinha Não ueria chover demasiadoEu tenho a certeza de ti tu tens a certeza de mim Pela primeira vez li esta história à minha filha e adorei Não pensei ue fosse tão comovente e ao mesmo tempo tão bonita Mãe você chove palavras sobre o mundo É assim ue seu amor se espalha pelo mundo e uase sem ser percebido o inunda Porue tudo auilo ue você faz crescer também faz crescer outras coisas você gera vida ue gera mais vida